Trate as lesões com massagem

Trate as lesões com massagem

A influência da massagem na circulação ajuda muito a aliviar a dor após acidentes e lesões. No caso de lesões graves, a dor pode ser maior no estágio de recuperação do que imediatamente após o acidente e costuma estar associada ao retorno do movimento. Massagear vigorosamente o membro oposto ao que foi lesionado, ou os membros inferiores, no caso de lesão da parte superior do corpo, alivia a pressão sem comprometer os processos de cura.

Uma lesão causa descontinuidade do tecido, interrompendo o funcionamento normal. A dor atrai atenção para o local do ferimento a fim de desestimular movimentos que gerem inflamação. O aumento da circulação no tecido lesionado é responsável pelo inchaço, que também ajuda a imobilizar o ferimento. A inflamação aumenta a temperatura local, o que ajuda a remover debris celulares da ferida. O tratamento de massagem apropriado ajuda a modificar essas reações, de forma que os sofrimentos sejam mais fáceis de suportar e a cura venha mais rápido.

O sangue atraído para uma lesão é mais espesso que o normal, pelo aumento da atividade dos glóbulos brancos. O sistema linfático também é mobilizado a fim de fornecer um desinfetante aquoso que protégé o corpo de qualquer contaminação externa. Não é recomendável reduzir o inchaço artificialmente, pois na sua composição há elementos que curam. Elevar a parte lesionada acima da altura do coração costuma tornar o estado de congestionamento muito mais tolerável; enquanto isso, manobras suaves da massagem, acima e abaixo do ferimento, são úteis para manter o funcionamento eficaz do sistema de drenagem.

Adaptado de Guia completo e ilustrado de massagem

 

Benefícios da massagem vão além do relaxamento

Benefícios da massagem vão além do relaxamento

Uma boa massagem faz mais que apenas relaxar seus músculos? Para descobrir, pesquisadores do Centro Médico Cedars-Sinai, em Los Angeles, recrutaram 53 adultos saudáveis e aleatoriamente submeteram 29 deles a uma sessão de 45 minutos de intensa massagem sueca, e os outros 24 a uma sessão de massagem leve.

Foram inseridos cateteres intravenosos em todos os participantes, para que amostras de sangue fossem colhidas imediatamente após a massagem e novamente uma hora depois.

Para surpresa dos pesquisadores, patrocinados pelo Centro Nacional de Medicina Complementar e Alternativa, uma divisão do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, uma única sessão de massagem foi capaz de causar alterações biológicas em quem a recebia.

Os voluntários que foram submetidos a massagem sueca experimentaram reduções significativas nos níveis do hormônio do stress cortisol no sangue e saliva, e no nível de um outro hormônio que pode causar elevações de cortisol. Eles também tiveram aumento no número de linfócitos, os glóbulos brancos do sangue que fazem parte do sistema imunológico – responsável pelas defesas do corpo.